terça-feira, 10 de março de 2015

Saiba um pouco mais sobre as irritantes muriçocas

Quem não já se estressou com uma ou mais muriçocas, que ficam zumbindo no seu ouvido, ou sai lhe picando e sugando seu precioso sangue?
É chato demais ter que aguentar esses pernilongos, mais ainda quando você está tentando dormir ou dar uma relaxada em casa. Mas por que essas muriçocas aparecem mais a noite? por que elas se alimentam de sangue? e por que danado elas fazem uma zuada enorme quando você está querendo dormir?
Vamos descobrir agora, tudo sobre essas pragas.



Muriçoca, Mosquito, pernilongo, mosquito-prego, muruçoca, carapanã, carapanã-pinima, fincão, fincudo, melga, sovela e bicuda, são nomenclaturas ou termos gerais para designar diversos insectos da subordem Nematocera, normalmente dando ênfase para a família Culicidae. Por constituírem vernáculos, não obedecendo às regras da nomenclatura científica, abarcam diversos táxons, como é o caso dos mosquitos-palha.

Em várias partes do Brasil, faz-se distinção entre mosquito e pernilongo: o primeiro refere-se a pequenas moscas, como as drosófilas, enquanto que o segundo, além dessa denominação, é também referido como "muriçoca". Na maioria dos estados da Região Norte do Brasil, este pernilongo chama-se "carapanã". As fêmeas do pernilongo são também conhecidas como "melgas" ou "trompeteiros".



Por que as muriçocas atacam mais durante a noite do que de manhã?

As muriçocas desenvolveram adaptações no órgão da visão em que enxerga e se direciona melhor por meio de comprimentos de ondas refletidas e disponíveis durante o período noturno.

Como é que as muriçocas conseguem chegar em lugares tão altos?

A fêmea da muriçoca voa à procura de alimento por até 2,5 km, em qualquer direção, desde voos rasantes até em pontos mais altos. Existe também um movimento chamado “dispersão passiva”. Os mosquitos adultos entram em carros, aviões e em ônibus, se deslocando de um local ou até mesmo de um país para o outro. Entram ainda em elevadores e chegam aos andares mais altos dos prédios.

Por que as muriçocas aparecem mais no verão do que no inverno?

Porque as condições climáticas do verão aceleram as funções fisiológicas do organismo dos mosquito de um modo geral e, na presença de criadouros propícios para o desenvolvimento das fases imaturas, a população de mosquitos aumenta proporcionalmente. Como é o caso de poças e acumulos de aguas a céu aberto. Correndo risco também de se criar o Aedes aegypti, o famoso mosquito da dengue.

Qual é a quantidade de sangue que a muriçoca suga?

Não se tem um número preciso de quanto os mosquitos sugam de sangue. Mas, em média não deve passar de 0,5 a 1 microlitro.

Como o repelente funciona? As muriçocas sentem nosso cheiro?

Os mosquitos são atraídos para o corpo dos animais pelos odores liberados dele. Esses odores são sinalizados pelos receptores químicos olfativos do mosquito, localizados principalmente nas antenas. Os repelentes atuam bloqueando a atividade desses receptores, confundindo a percepção do mosquito para um determinado alvo. As Substâncias aromáticas são capazes de repelir os mosquitos, principalmente por causarem esses efeitos de bloqueio na sensibilidade olfativa. Como no caso dos componentes aromáticos da planta citronela, eucalipto, cravo, entre outros. Os mosquitos também se afastam de derivados de álcool na pele.

Quanto tempo vive uma muriçoca? O macho e a fêmea vivem o mesmo tempo?

Dependendo da região e das condições favoráveis, eles vivem até 3 meses, podendo ou não haver diferença entre macho e fêmea. Esse cálculo é imprevisível por depender de vários fatores externos.

Por que as muriçocas fazem um barulhinho nos nossos ouvidos antes de nos picar?

O zumbido do pernilongo é resultado das batidas das asas durante o voo. Asas de mosquitos produzem em média 270 a 307 batidas por segundo. Assim, as batidas da asa desencadeiam uma onda de pressão, com propagação de som pelo ar de 300 a 900 Hz, frequência audível pelo ouvido humano. E justamente quando estamos dormindo, ou tentando dormir, elas fazem mais zuada por causa, alem do silencio, elas procuram nossas cabeças, por motivo de nosso corpo estar mais coberto que a cabeça.

Ligar um ventilador ajuda a espantar as muriçocas?

Ajuda um pouco, onde o ventilador estar focado, mas suas asas são bastante potentes para resistir ao vento. Então atrapalha o voo delas, mas não afugenta, a não ser quando cansadas e decidem parar e descansar.